MÃE DE LÉSBICA


12 de Maio de 2013 "DIA DAS MÃES"

Estive pensando que o Dia das Mães deveria se unir ao Dia dos Pais pois não existe pai sem mãe , nem mãe sem pai. Durante muitos anos , no Dia das Mães eu ligava para o meu ex marido , já falecido, José Antonio da Silveira e o cumprimentava pelo nosso dia , eu o incluia no meu dia agradecendo sua fundamental contribuição. Mesmo se for de proveta tem um doador, tem que ter o óvulo e o destemido espermatozóide. Será mesmo que é assim ou desde antes e de sempre  nos passam a idéia de que o óvulo lá está, passivo, quietinho, só esperando aquele atleta que a todos vence e finalmente marca o gol, sobe ao pódio e comemora...Não será o óvulo que se insinuando, dá uma piscadinha e o mais incauto cai em sua armadilha? Sei lá, só sei que a vida , o inicio de tudo para mim é um mistério, maravilhoso. Sou muito feliz por ser mãe de três linda filhas que só me dão alegrias .Beijos minhas queridas Thais, Thalita e Tatiana. Dia das Mães é todo dia, disso não tenho dúvidas.



Escrito por Walkiria às 15h20
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




OLHA EU AQUI , OUTRA VEZ !

Quase três meses sem escrever uma frase!

Mudanças, acontecimentos, transformações, novidades, enfim o tempo passa . Tudo vai se desenrolando qual um novelo de lã .Os fios as vezes parecem emaranhados, mas com paciência vamos buscando delicadamente retomar nosso trabalho de desenrolar esse novelo, quando não dá mesmo para tirar o nó, é preciso cortar, emendar e seguir.O fim não sei quando vai chegar .Esse desenrolar vai nos levando e nos trazendo, tecendo a vida.

Enquanto isso...

A Thais fez concurso, de ambito federal,passou, foi morar em Vitória do Espirito Santo e agora está junto com a Maíra, antes sua namorada , agora sua companheira.No dia 8 de Março, Dia Internacional da Mulher, Thais e Maira registraram a União Estável no Cartório de Vitória. Para surpresa da minha amada filha, quando apresentou o documento no seu serviço ficou sabendo que tem direito aos  oito dias de gala e mais, as colegas rápidamente se organizaram, fizeram uma comemoração surpresa com direito a presente e tudo mais. Um lindo faqueiro,que eu não sabia, é o simbolo da eternidade.Em fins de abril vou passar uns dias em Vitória , conhecer a nova moradia e partilhar um pouco da felicidades das duas.

Meu neto Isac , completou um aninho, anda e corre por tudo, lindo!

Tarik, irmão de Isac e filho de Thalita, veio me contar que o que mais gosta de estudar na escola é, filosofia e portugues. Ele tem sete anos e é a minha paixão.

Dia vinte vou à Salvador, de lá vou conhecer Aracaju, onde fico quatro dias.

Aluguei o apartamento de Salvador, agora meu canto é só em Campinas ,vou por o pé na estrada,visitar as pessoas queridas nesse mundo de meu Deus e conhecer novos lugares desse Brasil do meu coração. Beijos .

maedelesbica@hotmail.com






Escrito por Walkiria às 09h48
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Ousadas e conscientes !

22/12/2011 - 11h35

Tradição na Marinha dos EUA, beijo de desembarque é dado pela primeira vez por um casal de lésbicas

BrockVergakis
Da Associated Press, em Virginia (EUA)

Duas marinheiras trocaram o cobiçado “primeiro beijo” no píer depois que elas retornaram de 80 dias no mar, na última quarta-feira (21). A troca de carinho, uma tradição da Marinha dos EUA, foi a primeira entre um casal gay desde a revogação da regra do “don’t ask, don’t tell” (“não pergunte, não fale”) das Forças Armadas dos EUA.
Marissa Gaeta, de Placerville, Califórnia, desceu do USS Oak Hill e dividiu um beijo rápido com sua companheira Citlalic Snell, de Los Angeles. Gaeta, 23, usava seu uniforme de gala da Marinha, enquanto Snell, 22, usava uma jaqueta de couro preta, jeans e lenço azul. A multidão gritou e agitou bandeiras em volta delas. "É algo novo, isso é certo", Gaeta disse aos repórteres após o beijo. "É bom poder ser eu mesma ".      Há pouca diferença entre este beijo de inúmeros outros, quando um navio da Marinha atraca em seu porto de origem após uma longa jornada. Nem a Marinha nem o casal tentou chamar a atenção para o que estava acontecendo, e muitos espectadores à espera do desembarque de seus entes queridos estavam ocupados com conversas entre si.
Snell sorriu quando ela se aproximou de Gaeta e elas rapidamente foram rodeadas por um pequeno grupo de equipes de televisão locais e fotógrafos, que não tinham conhecimento sobre o que ia acontecer até momentos antes." Ela me contou sobre o primeiro beijo dias atrás e eu meio que me apavorei, em um sentido positivo. Mas é claro que estou um pouco nervosa, você sabe", disse Snell.
David Bauer, o comandante do USS Oak Hill, disse que a reação da tripulação ao saber que foi selecionada para ter o primeiro beijo gay entre marinheiras foi positiva.
" Vai acontecer e a equipe vai se divertir. Vamos seguir em frente, e isso não vai ofuscar as grandes coisas que essa equipe tem realizado nos últimos três meses", disse Bauer.
O navio retornou à base após uma missão de 80 dias na América Central. A tripulação de mais de 300 pessoas participou de exercícios envolvendo os militares de Honduras, Colômbia Guatemala e Panamá. As duas mulheres são controladoras, que mantêm e operam os sistemas de armas dos navios. Elas se conheceram como colegas de quarto na escola de formação e namoram há dois anos, o que segundo elas era difícil sob o regime do "não pergunte, não fale".
A revogação da regra, em que gays podem servir nas Forças Armadas dos EUA, desde que eles não reconheçam abertamente sua orientação sexual, entrou em vigor em setembro.
“ No começo, nós tivemos que esconder [que somos gays]", disse Snell. "Muita gente não nos apoiava no começo, mas podemos, finalmente, ser honestas sobre o que somos em nosso relacionamento, então eu estou feliz".
Funcionários da Marinha disseram que foi a primeira vez na história que um casal do mesmo sexo foi escolhido para o primeiro beijo após o retorno de um navio. Marinheiros e seus entes queridos fizeram uma rifa de US$ 1 para a oportunidade. Gaeta disse que comprou US$ 50 de bilhetes, um número que ela disse ser modesto em comparação com os montantes que alguns outros marinheiros e seus entes queridos tinham comprado.O dinheiro foi usado para financiar uma festa de Natal para os filhos de marinheiros. Gaeta disse que todos de seu comando apoiaram sua escolha.
Snell acredita que essa não será a última experiência do tipo para gays e lésbicas nas forças armadas."Eu acho que é algo que vai abrir muitas portas, não apenas para o nosso. relacionamento,mas para todos os outros relacionamentos de gays e lésbicas que estão no serviço militar agora".

Parabens a Marissa e Snell, mulheres corajosas e apaixonadas ! Um beijo dessa mãe que as admira !

Que exemplos como esse sejam um incentivo, um exemplo de se transpor barreiras. ABAIXO A HOMOFOBIA !

Hoje a Thais e Maira viajam para MS onde passam o Natal . Vai ser uma experiência e tanto para minha filha, pois lá estarão presentes todos os irmãos (sete ou oito) cunhados, cunhadas , tias , tios, primos , sobrinhos, a  mãe, amigos e familiares da Maira. Sei que vai dar tudo certo porque minha filha é linda, educada e não tem quem a conheça que não a ame.

Beijos , Beijos, Beijos



Escrito por Walkiria às 15h06
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Matérias e informações de eventos !

Queridas e queridos,

A proposta desse espaço é:divulgar as conquistas e eventos,denunciar a violação de direitos,comentar tudo o que for relacionado a diversidade sexual.

Sim, eu sei que é muito abrangente, mas não é de grão em grão que a galinha enche o papo? Uma informação aqui, uma notinha aqui, uma denuncia aqui e alguma coisa deve se alterar nese mundão de meu Deus e da Grande Deusa.De qualquer forma faço a minha parte e espero a colaboração de vcs. Engraçado, estou pesquisando textos postados por mim desde 2004, muitos dos endereços que me visitaram não existem mais. Mandem suas colaborações para:  maedelesbica@hotmail.com  e no assunto: Blog.

Obrigada! Bjs

 



Escrito por Walkiria às 15h46
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Dois aniversários importantes!

Quero registrar o aniversário de duas pessoas muito importantes na minha vida.

Clara Villa,minha neta amada faz hoje três anos. Inteligente e sapeca parece um furacão,está sempre em movimento. Ri muito e quando ri tudo se ilumina, adora as brincadeiras que faço.Na piscina parece um peixinho.Clara eu te amo !Você, logicamente não vai ler esse blog, mas não importa,registro aqui, publicamente, meu amor por você. Parabens ,muitos e muitos anos de vida, com Paz, Amor e Saude! Auguri!

Marcelo de Troi mais que amigo, um filho amado. Já vi seu rosto triste e seu coração em pedaços. Ficou mais forte , mais destemido.Foram muitas alegrias e vitórias! Felizmente partilhei de vários acontecimentos, e estando ao seu lado me senti orgulhosa.Mãe orgulhosa de seu filho. Percebi que o menino estava a cada dia com asas maiores e mais vigorosas que o levariam para novos horizontes, novos caminhos . Sabia tambem que por mais longe que voasse um dia iria voltar e me dar aquele abraço gostoso e com o sorriso largo contar as novidades.Estou te esperando ! Parabens! Muitas felicidades e muitos anos de vida ! Te amo.



Escrito por Walkiria às 17h37
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Novena da Sagrada Familia

Novena no Bar e Lanchonete São Vicente.(Da Marli)

Começa por ai,alguém já acompanhou,ouviu falar de uma reza num bar?As mesas foram empilhadas a um canto,cadeiras colocadas em semi-circulo voltadas para uma espécie de altar(duas mesinhas cobertas por uma linda toalha bordada)nesse altar improvisado, vasos com flores,a bíblia,um copo com água e dentro dele um feixinho de folhas.Quando cheguei quase todas as cadeiras estavam tomadas,peguei um lugar bem na frente.Na parede,acima da mesa,havia um cartaz,no centro escrito:Natal em Familia,ao redor: amizade,lealdade,companherismo,fraternidade,alegria,amor,felicidade,confiança, e união.Um senhor, que deve ser capelão (será que ainda existe esse termo?) puxava a reza, a cada nove repetições da Ave Maria as pessoas se manifestavam , pedindo saúde para o padre tal, que estava doente, saúde para o fulano, para a filha, para a líder da comunidade e a cada pedido repetia-se“Senhor Escutai a Nossa Prece”.Sempre era lembrada pelos presentes a importância da família.Alguém chamou a atenção para o referido cartaz .Um pensamento começou a delinear-se em minha mente, meu coração bateu descompassado e senti suor acima dos meus lábios (onde os homens tem bigode) e na testa.Tomei coragem e falei:_"Estamos falando da família, quero pedir a Deus que ilumine todas  as famílias , ilumine o coração dos pais e das mães que tem filhos homossexuais, os filhos sofrem muito, são incompreendidos, desprezados, rejeitados e espancados.Se as famílias não os acolhem, quem os vai acolher?"

Quando terminei já estava quase chorando de tão emocionada.

Atrás de mim uma voz feminina diz: _ Muito importante o que a senhora disse! Era uma das lideres da comunidade.

E todos: “Senhor escutai as nossas preces”.

Naquele momento me veio à mente a figura do papa, pregando contra o amor entre pessoas do mesmo sexo.

Voltei minha atenção para a cerimônia, eu estava ali para partilhar a iniciativa de Marli, minha amiga querida.

O padre da comunidade explicou que está morando na igreja,que não tem funcionário,muitas vezes ele próprio é porteiro e varre a igreja. Informou os dias e horários que atende confissões e reza a missa. Depois de muitas e muitas Ave-Marias e alguns apartes fomos aos comes e bebes.

Incrível como a Marli consegue fazer daquele salão uma extensão de sua casa.

A mulher que manifestou como acertada minha fala se aproximou.Comentei que o papa pregava contra os homossexuais e contei que tenho uma filha lésbica,ela disse que isso é um pensamento antiquado e que muitos não pensam assim, disse tambem que no dia do encerramento da novena, na próxima semana, espera que eu esteja presente e que vai me chamar para dar testemunho.

E.T: O copo com água e o feixinho de folhas era para espargir água benta em todos nós.

Beijos a todas e todos

Feliz Natal



Escrito por Walkiria às 00h32
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




STF reconhece relação homoafetiva de funcionários

18/10/2011 - 17h13

STF reconhece relação homoafetiva de funcionários

Em Brasília

Funcionários do Supremo Tribunal Federal (STF) que mantêm relacionamento homoafetivo já podem requerer o reconhecimento da união estável. Uma instrução normativa baixada em agosto pela Corte considera como entidade familiar casais heterossexuais e homossexuais.

Ao solicitar benefícios, o servidor deve comprovar que tem uma convivência pública, contínua e duradoura. Para tanto, precisa apresentar uma declaração, os documentos do companheiro e pelo menos três provas do relacionamento, que podem ser a declaração conjunta de Imposto de Renda (IR), a comprovação de residência em comum por período igual ou superior a três anos e a prova da existência de uma conta bancária conjunta.

Entre os direitos garantidos está a pensão vitalícia em caso de morte do servidor do STF. Mas esse benefício somente será concedido ao companheiro do funcionário falecido se houver uma expressa manifestação de vontade nesse sentido.

A instrução normativa foi baseada na Constituição, em leis e num julgamento ocorrido em maio no qual o plenário do STF reconheceu a união estável para casais do mesmo sexo. A decisão foi tomada durante a votação de ações movidas pela Procuradoria Geral da República e pelo governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral.



Escrito por Walkiria às 19h35
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




A TORNEIRA DA MINHA PIA

Gosto de fazer  experiências no preparo de comidinhas. Fui convidada para almoçar na casa de Jerônimo, amigo querido, no cardápio , nhoque de mandioquinha, preparado a bolognesa. Lá vão estar tambem Socorro e Jalmir.  Vou levar uma salada, tipo tabule à qual agreguei ingredientes que não  constam da receita original. Salsão (talos e folhas) e repolho  fatiados bem fininho,  passados na água fervente, cebola,  pepino ,  trigo reidratado e bem espremido com as mãos.  No tempero, azeite extra virgem, limão, sal, vinagre e chimichurri. Enquanto descasco, fatio e vou preparando a salada lembro que durante um bom tempo tive como objeto de desejo, uma torneira . Sim , uma torneira, mas não  qualquer torneira, era uma daquelas que a gente vira pra cá e pra lá. A primeira vez que toquei em uma delas foi na  casa da minha querida e saudosa irmã Myriam. A pia da cozinha, na casa nova, que ela e o marido haviam comprado, tinha duas cubas de inox, e entre elas a torneira, que servia as duas cubas, um luxo! Desde aquele dia eu passei a pensar que, quando tivesse minha casa ia ter uma torneira daquelas.  Depois de quase  vinte anos recebi as chaves do meu apartamento. Comprado na planta , teve um atraso de cinco anos. Claro que, na pia da cozinha, alem da cuba de inox ( uma só) lá estava ela , uma torneira que virava em várias direções. Alem dela virar para lá e para cá , o jato d'agua tambem podia ser posicionados  em várias direções . Me senti realizada. Depois de alguns anos , mudei para Salvador . Foi quando percebi que torneiras a gente tira e põe novamente no lugar. Lá foi ela na bagagem. Estou em Campinas e adivinhem quem está na pia  da cozinha do apartamento alugado? São quase  quinze anos  de serviços prestados , discrição,  cumplicidade e  eficiência. Salada pronta, gostosa e  linda,toda enfeitada com folhinhas de salsão e pimentas de biquinho .Viva eu ! Viva a Vida  Viva a torneira da minha pia !  



Escrito por Walkiria às 13h03
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




O que são " mães convencionais"?

Filha querida

Tudo tem jeito, ou quase tudo!
Então porque nós duas perdemos o controle e ficamos batendo boca ?
Falando um monte de coisas?
Não sou uma mãe convencional?
Isso é um rótulo , uma grande bobagem!

Troquei fraldas, fiz papinhas, curei dor de barriga, eu fiz, não foi nem a mãe do seu pai e nem a minha mãe, fui eu que cuidei sempre de vcs e se deixei que caminhassem sòzinhas é porque sempre estive por perto. A distância pode ser mensurada pela coragem de pegar um volante e ir até Bauru fazer uma comidinha, ou simplesmente ficar esticada com seus amigos e amigas assistindo filmes "cult" , ou pegar um avião e vir de João Pessoa literalmente voando para ajudar resolver questões existencias de sua irmã. De ir á Italia e passar o Natal de 1998 com a Tati. Só eu e ela. Brindamos à meia noite e nos desejamos um "Feliz Natal", a nona dormia placidamente. Aprendi e continuo aprendendo muito com voces. Onde está escrito que só mães " convencionais " podem organizar uma ceia de Natal?  Porque não fiz durante anos, nunca mais posso me atrever a fazer? Porque? Amor não se mede pelas convençoes ou pela modernidade. Sei que sou amada por vc  , assim como eu a amo.O meu e o seu amor são demonstrados nas coisas simples  e assim  espero que continue. Amor vem nas suas  tâmaras e amor tem na minha sopa.  Portanto faça com a sua Noite de Natal o que quizer. Além de vinte e quatro de dezembro tenho trezentos e sessenta e quatro dias e noites  para demonstrar e viver com amor, como sempre fiz.

Aliás,por favor me responda: o que são " mães convencionais"?



Escrito por Walkiria às 01h32
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Igreja Evangélica fundada por lésbicas.

Para quem está passando aqui pela primeira vez  devo esclarecer: sou mãe de três filhas , Thais, Thalita e Tatiana,lindas, maravilhosas, saudáveis, competentes e com tantas outras qualidades que seria dificil enumerar. Três criaturas que tive o privilégio de trazer ao mundo. Sete anos atras decidi criar este espaço para divulgar as lutas, alegrias ,conquistas e percalços encontrados por aqueles que são homoafetivos como minha filha Thais.
Beijos a todas e a todos.

Lésbicas de Cristo

Igreja evangélica fundada por mulheres homossexuais no centro de São Paulo quer acolher " escorraçados pela intolerância"

Eduardo Anizelli/Folhapress
 

Pastora Rosania Rocha (à esq.) e a missionária Lanna Holder

LAURA CAPRIGLIONE
DE SÃO PAULO

Lanna Holder, a ex-lésbica, ex-drogada e ex-alcoólotra pregadora evangélica, era a prova cabal do poder curador de Deus na vida dos que nele creem. Pois foi só se converter ao evangelho, e Lanna, então com 20 anos, deixou para trás um pelotão de namoradas suspirantes e as noitadas movidas a cocaína e hectolitros de álcool, consumidos diariamente.
"Centenas de ministérios disputavam "a tapas" a presença da carismática Lanna em seus púlpitos. Em pouco tempo, ela se transformou em uma espécie de "avatar da sorte" para quem quisesse manter sua congregação lotada", escreve um pastor, a respeito da hoje desafeta.
Lanna subia ao altar e contava com voz de contralto como o milagre ocorrera em sua vida "dissoluta". A apoteose era quando apresentava o maridão emocionado e o filho. O templo vinha abaixo.
Dezesseis anos depois da conversão, a campeã da fé, agora com 36 anos, acaba de abrir uma nova igreja evangélica em São Paulo, a Comunidade Cidade de Refúgio, no centro de São Paulo.
Surpresa: em vez dos testemunhos de como se curou da "praga gay", Lanna Holder rendeu-se à homossexualidade. Ela tem até uma companheira na empreitada, a pastora e cantora gospel Rosania Rocha, 38.
As duas estão juntas há cinco anos, desde que largaram os maridos e oficializaram seus divórcios. No tempo em que era o troféu da fé, Lanna lidou com o que hoje chama de "culpa extrema". "Eu pregava o que desejava que acontecesse comigo", diz.
Para evitar reincidir, mortificou a carne com jejuns e subidas e descidas de montes, em uma espécie de cooper -para cansar mesmo.
Participou de "campanhas de libertação" todas as quartas-feiras, incluindo rituais de quebra de maldição e cura interior. Por fim, submeteu-se a sessões de "regressão ao útero materno", nos moldes preconizados no início do século 20 pelo terapeuta Otto Rank (1884-1939). "Não deu certo", ela diz.
Chamada para pregar em Boston, nos EUA, bastou encontrar os olhos claros da mineira Rosania para todo o "trabalho" naufragar. Rosania também se apaixonou.
Elas pediram ajuda aos pastores, oraram muito para evitar. Ficaram quase um ano sem se ver. Mas não deu.
Depois de um acidente de carro que lhe deslocou da bacia o fêmur direito, esmagou-lhe o pulmão, causou trauma cardíaco, fratura em quatro costelas e dilaceração do fígado -hoje, uma grossa cicatriz de 0,6 metro de comprimento cruza todo o tronco de Lanna-, as duas resolveram, enfim, viver juntas.
Sobre os pastores que as acusam de criarem um lugar de culto a Satanás, uma filial de Sodoma e Gomorra, as duas líderes religiosas dizem apenas: "A nossa igreja é de Cristo, não é de lésbicas ou gays. Mas queremos deixar claro que somos um refúgio, acolhemos todos os machucados e feridos, todos os que foram escorraçados pela intolerância".
No primeiro dia, a nova igreja juntou 300 pessoas.

COMUNIDADE CIDADE DE REFÚGIO
ONDE
Avenida São João, 1.600, Santa Cecília
QUANDO Quartas, sextas e sábados, às 20h. Domingo, às 18h

 

Recebi esse texto do amigo e filho querido Marcelo de Troi. Não tinha conhecimento dessa Igreja, a existência de um espaço que acolha aquelas e aqueles que desejem expressar dessa forma sua fé, é , a meu ver, louvável. Teenho uma amiga que diz " Todo evangélico é ex- alguma coisa ruim "Que história! As meninas lutaram heróicamente para viver nas regras impostas pela hipocrisia mas felizmente o desejo de ser feliz, de não se esconder atras de máscaras prevaleceu. Donde se conclui que não dá mesmo para ser ex-lésbica .Elas até que tentaram! Viva a Vida! Viva o Amor! 



Escrito por Walkiria às 13h56
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Meu perfil
BRASIL, Sudeste, CAMPINAS, Mulher, Portuguese, Italian, Livros, Viagens, criar bijuterias
MSN - maedelesbica@hotmail.com
Histórico
    Outros sites
      Curta o Curta
      Porta Curtas
      Gregos & Baianos
      Cosmo Urbe
       Um outro Olhar
      Blog Dos Quadrinhos
      LOBAS
      Blog do Karmo
      GILBERTO GIL
      Dykerama.com
      Blog da Rai